Negócio internacional da InnoWave já vale 62% do total

Publicado a: 14 Agosto, 2017

Categoria: Notícias

Visualizações: 147

Tags:

A InnoWave é uma empresa tecnológica e serviços TI fundada em 2008. Com sede em Lisboa, a empresa portuguesa está presente com escritórios na Bélgica, Reino Unido, Estados Unidos da América e Holanda, no âmbito de uma estratégia de internacionalização que tem marcado o seu crescimento. O negócio internacional contribui já com mais de 60 por cento para do total do negócio do grupo. Este ano, a empresa quer crescer 55 por cento face a 2016.

A InnoWave é uma empresa com forte vocação internacional que utiliza um modelo de “Global Service Delivery”, operando com clientes e projetos em vários pontos da Europa, América e Ásia. O seu lema é: “changing lives through innovation”.

Com mais de 200 colaboradores, a empresa é especializada em soluções IoT, BSS (CRM e Billing), OSS (Network Provisioning e Service Fullfillment), Multimédia (TV interativa, aplicações móveis), Quality Assurance e pagamentos móveis.

Atualmente 62 por cento da faturação da InnoWave já tem origem nos mercados além-fronteiras, numa aposta na angariação de grandes clientes como a Vodafone Nova Zelândia, um dos mais recentes. A InnoWave Portugal, isoladamente, já exporta mais de 44 por cento dos seus produtos e serviços, o que enfatiza o papel que os mercados externos têm na faturação da empresa.

A abertura de escritórios nos Estados Unidos e Holanda já este ano mostra “inequivocamente que a estratégia da empresa passa pela internacionalização de forma a conquistar cada vez mais mercados”, afirma Tiago Gonçalves, CEO e um dos sócios fundadores da InnoWave, acrescentando que “os mercados-alvo que procuramos são mercados evoluídos e sofisticados, onde a inovação é o fator decisivo”.

Em termos de resultados, a faturação da InnoWave em 2016 ascendeu a 8,6 milhões a nível do grupo, dos quais 6,6 milhões relativos à INW Portugal. O objetivo para 2017, a nível do grupo, são 14,1 milhões de euros.

Considerando os resultados internacionais, a InnoWave mantém o objetivo de crescer 55 por cento em 2017, sendo que as principais apostas até final do ano passam por “consolidar as novas operações nos EUA e Holanda e por continuar a atrair e reter talento, âncora principal de todo o nosso negócio”, como revela Tiago Gonçalves.

Na senda deste crescimento, a InnoWave recrutou 32 colaboradores desde o início nomeadamente programadores Java/C#, programadores Mobile, consultores de Quality Assurance, programadores Salesforce e Data scientists, número que o responsável pretende ver aumentado em mais 50 pessoas até final de 2017.

Com a inovação sempre presente no desenvolvimento de soluções tecnológicas, a InnoWave destaca, na área de produto, a InnSpect, uma solução de automatização de testes que permite que provedores de serviços e fabricantes de dispositivos automatizem cenários de teste replicando interações e comportamentos do utilizador em set-top boxes. Esta solução foi recentemente vendida à Vodafone Nova Zelândia, estando já presente em clientes nacionais. A empresa aposta também no desenvolvimento de soluções de IoT e nos serviços de nearshoring nas áreas de Salesforce, Billing e Service Activation.

“Gostamos de trabalhar com os departamentos de inovação das empresas e com empresas inovadoras e esse é o nosso grande critério”, reforça o CEO da empresa.

Tiago Gonçalves aponta ainda outros produtos do portefólio da InnoWave que se diferenciam pela inovação: a yubuy®, que tem uma vasta experiência na venda de produtos pela televisão e está disponível nos grandes operadores nacionais com lojas interativas para compras na TV; e o lançamento, em complemento, do primeiro canal interativo dedicado em exclusivo a televendas.

De referir que NOS, Vodafone, Portugal Telecom/Altice e SIBS são os principais clientes da InnoWave em Portugal; no mercado externo, destacam-se a Sky e a Vodafone Global no Reino Unido, e a Belgacom, Telenet, Voxbone, Leaseplan na Bélgica.

Partilhe este artigo:
Share on Facebook13Share on LinkedIn5Share on Google+0Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *