Superpoderes para Marketeers

Publicado a: 12 Maio, 2017

Categoria: Cloud & Mobile, Marketing

Visualizações: 1677

Tags: ,

Consigo ver como fica a TV daquele folheto na minha sala? Ou como me assentam aqueles óculos escuros da montra? Ou aquele baton sem o abrir? Sim, a telequinésia é um super poder, super fácil – basta instalar as apps de Realidade Aumentada da Ikea, Ray-Ban ou L’Oreal e teletransportar produtos como esses até si.
O mesmo principio se aplica a viajar no tempo (Rewind Cities Lisbon) ou ter uma visão Raio X (Anatomy4D). Mais de 500 milhões de pessoas já viram Pokemons na rua mas o principal impacto da Realidade Aumentada não é visível: levemente, de app em app, ela está a mudar dramaticamente o nosso quotidiano. E não, não estou sequer a contar com a Realidade Virtual.

 

A Realidade Aumentada não é Realidade Virtual

Realidade Aumentada e Realidade Virtuail são experiências diferentes.

Com óculos de Realidade Virtual (VR), o utilizador vê a sua realidade física completamente substituída por elementos virtuais (vídeos 360º, mundos 3D, etc), com os quais interage – os óculos são opacos e a experiência não permite grande mobilidade, sob pena de darmos uma enorme queda.
Por sua vez, a Realidade Aumentada (AR) tem a capacidade de não perder o contacto com a realidade física e de lhe sobrepor conteúdos e experiências digitais – Imagens, vídeos, animações: tudo o que consegue ver num website pode utilizar numa experiência de AR.

Se quiser saber mais sobre este tópico, convido-o a ler o meu artigo “Diferenças entre Realidade Aumentada e Realidade Virtual“.

Dado o estado muito inicial da tecnologia e as imensas possibilidades que ela traz, cada profissional de Marketing tem uma oportunidade de ouro para vestir a sua capa de super herói, idealizando e mediatizando acções originais. Como? Seguem algumas dicas de arranque para promover a sua marca e aumentar a experiência dos seus clientes:

1. Aumente todos os materiais impressos, todinhos

Todos os folhetos, mupis, roll-ups, cartões que produz ou produziu podem despertar experiências digitais. E devem. Esta oportunidade permite que a esperança de vida de cada material se amplie e proporcione também uma experiência a quem os visualizar.

2. Todinhos inclui os anúncios de imprensa

Cada anuncio de imprensa tem um potencial tremendo para ativar test-drives, jogos casuais, pré-visualização 3D ou vídeo de produtos. Para além de prolongar a esperança de vida do suporte, permite ativar estratégias multi-canal e adicionar uma fórmula interativa ao funil de geração de leads no seu negócio.

3. Crie o seu próprio Holograma

A filmagem de vídeos em chroma e a sua posterior aplicação em locais ou objetos em AR permite que personagens históricas, assistentes virtuais, mascotes, guias de museu ou mesmo você estejam disponíveis 24/7.

4. Caças ao tesouro

Conhece o Geocaching e Pokemon GO – o objetivo é unir os pontos. Cada utilizador utiliza o seu telemóvel como lupa para descobrir “pistas” em Realidade Aumentada – cada pista pode ser uma animação ou um vídeo com dicas para o próximo POI (Ponto de Interesse) e, no fim, há uma recompensa para o utilizador.

5. Experiências In-Store

Clientes com intolerância ao glúten ou a outros ingredientes; com doenças crónicas como diabetes; ou simplesmente clientes em dieta podem ser guiados aos produtos que lhes interessam por um mini-GPS local ou pré-visualizar nos folhetos da loja como funcionam os equipamentos que lhe interessam.

 

Os Pokemons podem ter conquistado o Mundo – a boa notícia é que já temos super poderes suficientes para decidir o que vem a seguir.

 

Luís Martins
Head of Marketing na NextReality
LinkedIn | Luís MartinsBiografia Completa | Luís MartinsSite NextReality
Partilhe este artigo:
Share on Facebook
Facebook
0Share on LinkedIn
Linkedin
Share on Google+
Google+
0Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *