A transformação digital e a eficiência energética

Publicado a: 27 Março, 2020

Categoria: Desenvolvimento de Aplicações

Visualizações: 490

Tags: , , , ,

O sector da energia elétrica, por norma, é um dos temas que mais atuais, na medida em que como sabemos, o preço da eletricidade em Portugal é um dos mais elevados da Europa. Desta forma, tanto empresas como consumidores comuns, cada vez mais procuram poupar eletricidade de maneira a reduzirem os custos associados aos serviços de energia.  Assim, é importante escolher uma tarifa de luz conveniente que se adapte aos hábitos de consumo da nossa empresa ou do nosso lar.

Hoje em dia, através de um clique, já é possível obter detalhes sobre as melhores empresas de fornecimento de energia e os preços de eletricidade mais baixos através de plataformas de comparação de preços (tal como a Selectra realiza de forma gratuita).

Como a eficiência energética é influênciada pela transformação digital?

As tecnologias da informação têm um impacto significativo no setor energético, incluindo na forma de atuação das pessoas, tanto dos trabalhadores como dos consumidores.

O mais importante com a transformação digital neste setor é: diminuir custos, melhorar eficiência de uma divisão, reduzir as interrupções não planificadas, o tempo de inatividade e integrar dispositivos sensoriais avançados.

Deixamos três exemplos da forma como a tranformação digital pode influênciar significativamente a eficiência energética em casa ou na empresa.

  1. Permite regular a temperatura através de um smartphone. Desta forma podemos gerir o ar condicionado ou o aquecimento através de uma conexão Wi-fi, seja a partir de casa ou não. O objetivo é que o local fique de acordo com as nossas necessidades. Graças a este tipo de app, podemos também programar o aquecimento para que apenas funcione enquanto dure a jornada laboral ou para que seja ativada pouco ante de iniciar. Através do registo do histórico de consumo, será possível realizar comparações da temperatura ideal e poupança conseguida.
  • As persianas digitais poderão detetar e medir a radiação solar. Mas para que serve isto? Atualmente podemos subir e descer as persianas e estores através do controlo remoto, e as últimas tendências permitem programar o seu comportamento para que descam a determinada hora, e voltem a abrir pela manhã. No entanto, o futuro está nos detetores de radiação solar. Isto significa que as persianas subirão e descerão automáticamente dependendo da lu solar, com o objetivo de aproveitar ao máximo  a luz e o calor natural no inverno, ou para evitar que suba em excesse a temperatura de um local no verão. Desta forma não será necessário programá-las de forma manual.
  • Por último não podemos esquecer os detetores de presença. Muito presentes na domótica atual, e cujo o funcionamento nos permite não desperdiçar energia em iluminação quando não exista ninguém no escritório ou no quarto.

A transformação digital não é apenas vista como uma maneira de produzir melhor e de modo mais eficiente. A transformação digital é uma oportunidade para alcançar a fidelização de um cliente atualmente movido pelos preços. A incorporação de novos produtos digitais num portefólio das utilities já um facto, que procura acrescentar valor a um cliente digital exigente.

Gonçalo Henriques dos Santos

Departamento de comunicação & SEO

Selectra

Linkedin - ícones de mídia social grátis

Partilhe este artigo:
Share on Facebook
Facebook
0Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *