ACS e Minsait mostram o potencial da IoT e convergência das TI

Publicado a: 14 Outubro, 2019

Categoria: Notícias

Visualizações: 71

Ambas as companhias dispõem da oferta mais completa para antecipar e reagir a eventos da rede através de soluções de gestão que integram IIoT (Industrial Internet of Things) com capacidades avançadas de processamento de dados e automatização da operação.

Entre outros benefícios, a sua tecnologia acelera a identificação automática de incidências e o seu isolamento para reduzir ao mínimo o número de clientes afetados e restaurar o serviço em tempo recorde, obtendo melhorias de até 35% nos índices de fiabilidade e importantes poupanças de custos.

A Gartner e a IDC reconheceram em relatórios recentes as suas soluções para a gestão inteligente e integrada das redes de distribuição e capacidades para oferecer novos serviços digitais.

A ACS e a Minsait, duas empresas da Indra, afirmam que a convergência das Tecnologias de Informação (TI) e de Operação (TO) com as capacidades de IIoT (Industrial Internet of Things) já está a marcar o caminho das utilities norte-americanas para melhorar a fiabilidade do fornecimento elétrico e enfrentar desafios como o aumento crescente de fenómenos meteorológicos que afetam diretamente as redes, a necessidade de integrar os recursos energéticos distribuídos e a pressão regulatória que impulsiona a melhoria dos indicadores de gestão. 

Esta é uma das conclusões destacadas na “41ª Conferência Anual ACS Minsait Utilities Customers & Minsait Utilities Customer Summit – América 2019”, organizada pelas duas empresas em Savannah (Geórgia-EUA) e que reuniu mais de 250 gestores de utilities dos EUA e especialistas em tecnologia.

“Por um lado, as empresas de eletricidade estão a canalizar grande parte do seu orçamento para aumentar a sua capacidade de implementar soluções FLISR (Fault Location, Isolation and Service Restoration), com o objetivo de limitar o número de clientes afetados por uma incidência na rede. Por outro lado, a digitalização está a usar tecnologia como a IoT para expandir as capacidades de visualização em tempo real da rede, mesmo a de baixa tensão, ou até para controlar a procura mais além do medidor (Behind-the-Meter), o que permitirá às utilities antecipar as necessidades e incidentes e otimizar o sistema”, explica Kevin Sullivan, CEO da ACS.

Os benefícios das soluções de ambas as empresas já contam com grandes referências, entre as quais destaque para clientes como a Georgia Power ou a Monash, a maior universidade da Austrália. No primeiro caso, a aplicação ACS Centrix FLISR permitiu melhorar em até 35% os índices de fiabilidade da empresa de energia norte-americana desde o seu arranque em 2012.

Por outro lado, o projeto na Monash contempla a construção e a operação de uma microrrede de energia com Active Grid Management (AGM), a solução Industrial Internet of Things desenvolvida pela Minsait para facilitar a operação dinâmica, proativa, distribuída e inteligente das redes de média e baixa tensão, reduzindo os custos gerais do sistema elétrico e melhorando a sua fiabilidade. Os especialistas da Minsait esperam que em 2020 a universidade possa gerar 7 Gigawatts / hora de eletricidade, o suficiente para abastecer 1.000 casas durante um ano inteiro.

Reconhecimento dos analistas

A Minsait completa com a ACS uma oferta sólida end-to-end em gestão avançada de redes de transporte e distribuição de energia, ao adicionar às suas próprias soluções de gestão toda a cadeia de valor do negócio energético e capacidades de transformação digital, o próprio fabrico de Sistemas SCADA (Supervisory Control and Data Acquisition) e uma proposta completa em Tecnologias de Operação com novas soluções de automatização de redes e gestão de recursos energéticos distribuídos.

De facto, relatórios recentes de analistas internacionais reconheceram estas vanatages. A Minsait foi incluída como “Representative Vendor 2019” no Guia de Mercado (Market Guide) da Gartner para o segmento Advanced Distribution Management Systems (ADMS) e como “Major Player” no MarketScape da IDC “EMEA Service Providers for Digital Grid Enablement 2019”.

“Sem dúvida que a ACS e a Minsait têm agora a oferta mais completa de TI / TO do setor de utilities da América do Norte. Ao integrar as duas soluções numa única suite (Onesait Utilities), as empresas beneficiam de uma plataforma end-to-end que permite otimizar os processos de negócios de uma utility, desde a geração até ao cliente final. A ACS e a Minsait têm a visão das necessidades das utilities do futuro e têm a tecnologia para lhes dar resposta”, afirma Leonardo Benítez, diretor de Energia & Utilities da Minsait.

Veja aqui mais notícias do Falando TI.

Partilhe este artigo:
Share on Facebook
Facebook
0Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *