Aplicações em nuvem e realidade virtual são tendências apresentadas no Ignite 2018

Publicado a: 22 Outubro, 2018

Categoria: Sem categoria

Visualizações: 45

Diretor de Tecnologia e Inovação da Paradigma Business Solutions, Rodrigo Werlang, participou do evento de tecnologia – Ignite 2018 -realizado pela Microsoft nos EUA

Mais de 30 mil participantes. Realizado pela Microsoft entre os dias 24 e 28 de setembro no Orange County Convention Center em Orlando, Flórida, o evento Ignite trouxe diversos insights e mostrou habilidades de grandes líderes de tecnologia. Foram abordados temas como o futuro das aplicações em nuvem, análise de dados, business intelligence, trabalho em equipe e produtividade, bem como ferramentas e dispositivos voltados a implementar estas tecnologias nas empresas, como o uso de Inteligência Artificial e Internet das Coisas (IoT).

De acordo com Rodrigo Werlang, Diretor de Tecnologia da Paradigma Business Solutions, um grande highlight do evento foi a confirmação da migração e uso de aplicações na nuvem como um fato absoluto. Segundo uma pesquisa do Gartner, até 2019, mais de 30% dos investimentos em software pelos 100 maiores fornecedores terá sido migrado para a nuvem. E até 2020, será registrado um valor de aproximadamente 72 bilhões de dólares de consumo por empresas de assinaturas e serviços em nuvem.

O estudo “Como vamos na América Latina”, realizado pela empresa norte-americana de tecnologia Citrix, mostrou que o Brasil é o país da região pesquisada que mais utiliza plataformas e infraestruturas em nuvem, com 57% de empresas adeptas desta tecnologia. Uma mudança de mindset é necessária para empresários que queiram adotar essa tecnologia. Isso porque, conforme a pesquisa detectou, 73% das empresas entrevistadas manifestam interesse em investir na nuvem, mas 43% alegam que não utilizam o serviço pois não possuem infraestrutura suficiente (38%), não enxergam valor no serviço (19%), têm dúvidas quanto a questões de segurança (14%), não possuem orçamento (14%) e não sabem como fazer a gestão de um serviço na nuvem (12%).

Werlang afirma que a utilização de infraestruturas dentro das empresas está a caminho de ser extinta ou reduzida ao mínimo, talvez reste somente algo básico mas, nos próximos anos, a maior parte da operação rodará na nuvem. “É um caminho sem volta, não é mais uma tendência”, afirma. E isso ficou evidente em outro highlight identificado por Rodrigo no Ignite 2018: a quantidade de ferramentas e tecnologias que estão em desenvolvimento para habilitar o uso de aplicações em nuvem, principalmente sustentadas por automação de atividades repetitivas, que costumam ser realizadas pelos colaboradores de forma diária. Isso auxilia na redução das possibilidades de falha humana na operação. Além disso, permitem uma aceleração e melhora significativa na prestação de serviços e maior agilidade na gestão e disponibilização de novos ambientes para clientes.

O terceiro highlght do evento, segundo o diretor, é a entrada mais intensa do segmento de realidade virtual – Mixed Reality –  no cotidiano de grandes empresas globais. Por meio desta tecnologia, as empresas conseguem interagir diretamente com o cliente, mesmo que em ambientes diferentes, por meio de óculos de realidade virtual.

Para Werlang, a Paradigma está altamente alinhada com as tendências de implementação de soluções em nuvem e  do uso da automação para aumentar a qualidade das entregas. “Há um movimento interno na empresa de modernização das aplicações  para melhor aproveitamento dos recursos de nuvem, passando por uma revisão das interações dos usuários com as aplicações, até a implementação de melhorias na arquitetura para oferecer uma experiência mais rica e produtiva para os clientes”, comenta.

Partilhe este artigo:
Share on Facebook
Facebook
0Share on LinkedIn
Linkedin
Share on Google+
Google+
0Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *