Bee Engineering cria ferramenta para doar bens essenciais através de rotas de 1 KM

Publicado a: 14 Outubro, 2022

Categoria: Notícias, Tecnologia

Visualizações: 1249

Tags:

· Plataforma chama-se Bee Explorers e pretende reforçar ligação entre colaboradores, promover o seu bem-estar e garantir donativos a associações;

· Equipa da Bee Engineering já utilizou a app em Lisboa e garantiu mais de 40 quilos de bens de 1ª. necessidade e material tech à associação Entrajuda

A Bee Academy 2022 – a academia da Bee Engineering – desenvolveu o Bee Explorers, uma plataforma com percursos por diferentes locais, que tem aplicabilidades diversas e que está já a ser usada para a doação de bens solidários. As rotas definidas foram de apenas um quilómetro (apesar de poderem ser definidas rotas maiores) e contam com diferentes pontos de interesse nessa distância, aos quais são atribuídos pontos. No final é contabilizada a pontuação final que irá definir a quantidade de materiais e alimentos a serem entregues a instituições.

“O Bee Explorers representa a combinação ideal entre team buildings e a responsabilidade social, uma filosofia pela qual nos regemos. Assim, além desta atividade reunir equipas e permitir que se aproximem, garante que o façam em torno de um propósito comum e solidário”, afirma José Leal e Silva, Diretor Executivo da Bee Engineering.

A primeira iniciativa, designada Team Explorers with Social Mind, aconteceu no final de setembro. Os colaboradores desta tecnológica juntaram-se em Lisboa para realizar, em grupo, quatro diferentes rotas. No final, o objetivo proposto foi atingido: angariaram 40 quilos de bens de 1ª. necessidade arroz, massa, leguminosas, atum… – entregues à Entrajuda. Foi ainda entregue algum material tech usado ou com anomalias de forma a incentivar os jovens destas associações a tentarem repará-lo. O objetivo é o de promover a vontade de quererem aprender mais sobre este ofício, regressando assim à escola.

Esta solução tecnológica foi criada para ser implementada pela equipa da Bee Engineering, mas pode ser utilizada por outras empresas que assumam um compromisso com a Responsabilidade Social Corporativa. “A junção de atividades desportivas e que promovam bem-estar com a solidariedade motiva os profissionais por sentirem que estão inseridos num ecossistema que se preocupa tanto consigo, como com os outros”.

Outras ferramentas de solidariedade

Antes do Bee Explorers, a Bee Engineering já havia criado o Bee Kind – um videojogo com desafios baseados em ‘taps’ – e que garantiu a doação de vários donativos para a União Zoófila. No último ano criou ainda o Bee Social Opportunity, um programa probono que disponibiliza 2000 horas da sua equipa a PMEe ONGs que necessitassem de apoio tecnológico.

Partilhe este artigo:
Share on Facebook
Facebook
0Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.