Closer tem 150 vagas em aberto para Engenheiros Informáticos, Físicos e Matemáticos

Publicado a: 3 Janeiro, 2023

Categoria: Recursos Humanos, Tecnologia

Visualizações: 2354

Tags:

Nos próximos 6 meses, a tecnológica nacional pretende contratar 150 novos colaboradores sobretudo para as áreas de Data Science, Data Engineering, Business Intelligence, Big Data e DataOps. Empresa já supera os 400 colaboradores a trabalhar para os escritórios de Portugal, Brasil e Reino Unido. Número de talentos e volume de negócios com crescimento anual de 2 dígitos.

A Closer, tecnológica portuguesa de Data Science, pretende contratar 150 novos colaboradores nos próximos 6 meses para preencher vagas nas áreas de Data Science, Data Engineering, Business Intelligence, Big Data e DataOps. Toda a informação sobre as carreiras na Closer e as oportunidades em aberto podem ser encontradas em https://www.closer.pt/career/ e https://www.closer.pt/career/job-offers/.

Na base desta oferta de emprego está o crescente número de projetos em setores como a banca, segurador, telecomunicações, indústria e utilities de clientes nacionais como internacionais, com destaque para Inglaterra, Suíça e Brasil.

Desde a sua fundação em 2006 que faz parte da estratégia da Closer a expansão internacional para implementar os seus serviços e soluções. “É com muito orgulho que trabalhamos com alguns dos maiores e mais prestigiados players mundiais. Além da competência e conhecimento dos nossos profissionais serem muito valorizados, o sucesso é medido pelo negócio continuado nos clientes que já conquistámos. A procura é cada vez maior e sentimos que o mercado está mais aberto mesmo em relação ao tema do trabalho remoto – o que até à pandemia nem sempre era apreciado – o que nos permite conquistar novos clientes e projetos.”, refere Fernando Matos, Co-Founder e Partner da Closer.

Todos os anos, a empresa investe cerca de 1/3 dos resultados em Investigação e Desenvolvimento, adotando uma política que incentiva constantemente a inovação, dando espaço para testar e errar, colaborando com as melhores universidades do país e promovendo teses de doutoramento in-house.

“Em 2022, ficámos no top 25 das melhores empresas para trabalhar, o que evidencia e reforça a satisfação e motivação da equipa. A proximidade aos consultores, a formação contínua e o plano de carreira à medida são alguns dos fatores diferenciadores. A cultura que existe na empresa é realmente extraordinária. Temos uma taxa de atrito bastante inferior à média do mercado e muito do recrutamento vem por recomendação dos atuais colaboradores. Outro ponto positivo é a nossa especialização em dados, somos uma das empresas que mais faz projetos em Portugal e que mais experiência tem nesta área. Isso faz com que as pessoas queiram integrar uma empresa como a Closer, com um excelente portfolio de clientes e um leque de projetos apelativo. É o local certo para aprender, trabalhar e evoluir”, destaca Fernando Matos.

A Closer é atualmente composta por uma equipa multidisciplinar de cerca de 400 Engenheiros Informáticos, Físicos e Matemáticos, que dão voz à sua missão de “Desafiar a Complexidade”, e que se tem consubstanciado em projetos nas áreas de dados, em especial de forecasting, otimização e aumento da produtividade.

2022 também ficou também marcado pelo lançamento de uma nova plataforma desenvolvida internamente pela equipa da Closer: o +transparente. “Há uma procura cada vez maior por temas regulamentares como é o caso da obrigatoriedade de disponibilização de um canal de denúncias por parte das organizações com mais de 50 trabalhadores e, nesse sentido, desenvolvemos a solução +transparente que está a ter um enorme sucesso, permitindo que, em duas horas, as organizações disponibilizem um espaço online seguro e confidencial, onde qualquer pessoa se sinta confortável para denunciar práticas irregulares e atividades ilícitas”, conclui Fernando Matos.

O crescimento da Closer, quer ao nível do volume de negócios, quer ao nível dos recursos humanos, tem atingido os 2 dígitos e é igualmente essa a expectativa para os próximos anos.

Partilhe este artigo:
Share on Facebook
Facebook
0Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.