Desafio global Call for Code Global incentiva programadores a criarem soluções que acelerem a sustentabilidade e façam frente às alterações climáticas

Publicado a: 5 Maio, 2022

Categoria: Notícias

Visualizações: 200

Tags: , ,

O criador do desafio Call for Code David Clark Cause, em colaboração com a sua parceira fundadora IBM, United Nations Human Rights e a Fundação Linux, acaba de lançar o Call for Code Global Challenge de 2022, o maior e mais ambicioso projeto que reúne programadores e profissionais para que, através da inovação, se possa ajudar a acelerar a sustentabilidade e combater as alterações climáticas.

Atualmente, no seu quinto ano, o Call for Code reuniu uma comunidade de mais de meio milhão de programadores, estudantes e profissionais de 180 países que responderam ao apelo para utilizar tecnologias avançadas por forma a criar soluções inovadoras de open-source em cloud híbrida e IA que possam resolver os problemas sociais mais urgentes do mundo.

Está agora aberto o prazo de candidatura a esta nova edição do Call for Code Global Challenge, e as soluções podem ser apresentadas até ao próximo dia 31 de outubro de 2022. O vencedor receberá como prémio 200.000 dólares e o apoio dos parceiros do Ecossistema da IBM para a implementação da sua solução.

Os participantes no Call for Code deverão identificar o problema de sustentabilidade que querem resolver, formar uma equipa e começar pelo registo no novo site do Global Challenge alojado em BeMyApp. Uma vez registados, os participantes poderão assistir a eventos “Challenge Accelerator” para ajudar a acelerar os seus projetos, aprender com especialistas, aceder a materiais exclusivos para o desenvolvimento de competências e usar ferramentas, APIs e dados da The Weather Company e dos parceiros do Ecossistema da IBM que participam.

O Call for Code também foi selecionado como a plataforma de inovação preferida da Right Here, Right Now Global Climate Alliance, uma das maiores associações público-privadas do mundo que endereça temas relacionados com o clima. Esta organização e o seu parceiro global United Nations Human Rights estão a trabalhar para promover soluções e repensar as alterações climáticas como uma crise dos direitos humanos, devido ao seu impacto desproporcionado nas mulheres, nas pessoas de cor e nas comunidades desfavorecidas e marginalizadas. Graças a uma aliança cada vez maior formada por legisladores, ONGs, fundações, empresas, académicos, cientistas e programadores, a Right Here, Right Now Global Climate Alliance e a United Nations Human Rights contam com o apoio de celebridades como Leonardo DiCaprio, Quincy Jones, Ellen DeGeneres, Camila Cabello, Cher, Pitbull, LL Cool J, Cyndi Lauper, Jason Mraz e Billie Porter, entre outros.

“Em nome do Call for Code, é uma honra termos sido selecionados como a plataforma de inovação preferida para a Right Here, Right Now Global Climate Alliance“, disse David Clark, CEO de David Clark Cause, e criador do Call for Code. “Com esta nova edição, estamos entusiasmados por usar a nossa plataforma para ajudar as pessoas necessitadas, apelando aos programadores de todo o mundo para inovarem através de software de código aberto que permita mitigar e reverter os efeitos das alterações climáticas através de soluções sustentáveis.”

“Desde a subida do nível do mar, eventos climáticos extremos, incêndios florestais e secas, à insegurança alimentar, aos impactos na saúde, às migrações em massa e ao aumento dos conflitos globais, não há como negar que as alterações climáticas são uma crise humanitária. Com o seu alcance global e a sua história de sucesso ao longo dos anos, estamos entusiasmados por trabalhar com a Call for Code, uma vez que demonstrou ser uma referência quando se trata de envolver os programadores de todo o mundo para inovarem para o bem social”, acrescentou Bill Stark, Chief Impact Officer, Right Here, Right Now Global Climate Alliance.

Estão abertas as candidaturas para o Call for Code Global Challenge 2022

O Call for Code, a IBM, e os parceiros do Ecossistema da IBM Arrow Electronics, EY, Ingram Micro, Intuit, New Relic e Persistent Systems, irão disponibilizar aos participantes acesso a recursos técnicos e especialistas em diferentes áreas durante sessões temáticas de “Challenge Accelerator”, o que pode ajudá-los a identificar problemas por resolver. As aplicações podem ser criadas com recurso a software de código aberto, incluindo Red Hat OpenShift, IBM Cloud, IBM Watson, IBM LinuxOne Community Cloud de IBM zSystems e IBM Blockchain, bem como APIs da The Weather Company da IBM.

“Temos uma relação de longa parceria e de confiança com a IBM desde há mais de 19 anos e partilhamos uma visão comum de criar soluções que ajudem a enfrentar alguns dos desafios sociais mais importantes do mundo”, disse Sandeep Kalra, CEO e Diretor Executivo da Persistent Systems. “Estamos ansiosos para ajudar a endereçar alguns dos muitos desafios de sustentabilidade através do Call for Code com a IBM e com a comunidade de programadores utilizando soluções de código aberto de cloud híbrida IA que podem ser escaladas.”

“A tecnologia é o catalisador para escalar as soluções para os problemas globais – desde as alterações climáticas às questões humanitárias e, até mesmo, a pandemia global”, assegurou Ruth Davis, diretora do Call for Code na IBM. “A IBM, juntamente com o Call for Code e os parceiros do nosso ecossistema, assumem o compromisso de enfrentar o complexo desafio da sustentabilidade e incentivar os profissionais de todo o mundo a participar”.

As equipas de programadores e outros profissionais são convidadas a inovar com soluções que abordem os diversos desafios que estão alinhados com a sustentabilidade e os impactos das alterações climáticas. Por exemplo, as soluções podem incluir, entre outras, novas formas de melhorar a produção sustentável, o consumo e a gestão de recursos, reduzir a poluição e proteger a biodiversidade para criar um futuro mais verde.  As soluções podem também abordar outras áreas como: melhorar a capacidade de medir, analisar ou adotar medidas decisivas sobre as emissões de carbono; refinar a transparência e a rastreabilidade da cadeia de abastecimento para obter uma visibilidade mais rápida e precisa às questões de sustentabilidade; reduzir o volume e a procura de materiais que criem a maior pegada de resíduos; e incentivar as oportunidades de reutilização/reciclagem.

Por outro lado, os estudantes universitários terão a oportunidade de ganhar o Prémio Universitário, um programa criado em parceria entre a IBM e a Clinton Global Initiative University. Em 2021, mais de 90.000 estudantes de centenas de universidades de todo o mundo participaram, superando[1] em nove vezes o objetivo do programa.

O vencedor de 2021 do Call for Code Global Challenge, a Saaf water, uma equipa de estudantes universitários com sede na Índia, concluiu recentemente com sucesso um teste do seu sensor de qualidade de água acessível e da plataforma de análise num complexo habitacional em Goa, Índia.  O teste ajudou a Saaf water a analisar a qualidade da água do edifício permitindo atualizar o processo de instalação para futuros testes.


[1] As equipas selecionadas para um dos Prémios do Global Challenge não são elegíveis para quaisquer categorias de prémios adicionais

Conheça todas as notícias do Falando TI

Partilhe este artigo:
Share on Facebook
Facebook
0Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.