Falando TI Digital: Customer Centric como base do mind-set da cultura organizacional da empresa.

Publicado a: 16 Dezembro, 2020

Categoria: Marketing

Visualizações: 279

Tags: , , ,

O 2.º dia de Falando TI Digital aconteceu no dia 10 de dezembro e reuniu: André Siqueira, Co-Fundador da Resultados Digitais, Nuno Vieira da Silva, Head of da Google Cloud e o especialista em Customer Success Hiram Damin, para nos falar, não de Marketing, não de Vendas, mas sim de Customer Centric. O painel foi, uma vez mais, orientado por Alexandre Tili, CEO da OUTMarketing Brasil e por Ana Barros, Sócia Fundadora da OUTMarketing Portugal e Brasil.

O Painel começou por avançar que “Marketing é atrair pessoas certas…e afastar aquelas que não fazem fit com o nosso negócio”. Acima de tudo, tal como foi referido por cada um dos 3 oradores, tudo passa por ter uma comunicação segmentada. Não esquecer a importância de entender quais são as características do cliente, de forma a sabermos de que forma o produto ou serviço corresponde ao perfil do nosso cliente.

Ter uma filosofia de Customer Centric, deve partir do mind-set de cultura organizacional, que parte do exemplo da Liderança, e que seja orientada para os dados. Ajustar o ciclo de vendas de acordo com as necessidades do cliente é fundamental, assim como, escalar leads, entender o ciclo de vendas, olhar com atenção para a área de atendimento ao cliente. Tudo isto nos leva a uma mensagem repetida pelos 3 oradores e os 2 moderados: é preciso que o Marketing, as Vendas e o Customer Success estejam bem alinhados e falem a mesma linguagem. Acima de tudo, as 3 áreas devem ter uma visão muito holística, e a própria empresa deve estar orientada para o cliente, uma vez que, em algum momento os colaboradores podem encontrar-se com o cliente.

Tecnologia e os processos têem de estar a dar suporte ao negócio do cliente. Ter uma visão de customer centric é algo que não se pode implementar do dia para a noite e André Siqueira, deixou-nos como dica, a importância de falarmos com o cliente e ouvi-lo com atenção. No fim de tudo, há uma mensagem a reter: o cliente vem sempre antes da inovação de uma organização e tudo o que a empresa faz será sempre com foco no cliente.

Partilhe este artigo:
Share on Facebook
Facebook
0Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *