Governo de Portugal une forças com a AWS para impulsionar a transformação digital do país

Publicado a: 18 Dezembro, 2020

Categoria: Notícias

Visualizações: 242

Colaboração vai acelerar a digitalização de Portugal, liderada pela computação em nuvem.

Governo de Portugal e AWS lançam iniciativa Mais Digital para acelerar a formação de competências na nuvem, ajudar à transformação digital das empresas portuguesas e apoiar a modernização dos serviços da administração pública para melhor servir os cidadãos.

Hoje, o Governo de Portugal e a Amazon Web Services (AWS), uma empresa da Amazon.com (NASDAQ: AMZN), assinaram um Memorando de Entendimento (MoU) para colaborar numa série de programas de educação e iniciativas de transformação digital para startups, pequenas empresas, e organizações governamentais para criar uma economia digital mais inovadora em todo o país.  Através deste acordo, a AWS, a plataforma de nuvem mais abrangente e amplamente adotada do mundo, e o Governo de Portugal estão a lançar a iniciativa Mais Digital powered by AWS. Esta iniciativa baseia-se nos três pilares da Transição Digital de Portugal: Capacitação e inclusão digital dos cidadãos; Transformação digital do tecido empresarial; e Digitalização do Estado. A iniciativa Mais Digital powered by AWS dará aos cidadãos portugueses e aos funcionários do sector público acesso a formação em competências técnicas, incluindo laboratórios práticos e programas de certificação técnica. Irá também proporcionar às startups e às pequenas empresas um maior acesso a serviços de tecnologia avançada e apoio através de programas de aceleração e incubação. Além disso, a iniciativa vai ajudar a transformar a administração pública através da colaboração conjunta no desenvolvimento de aplicações na nuvem para utilização pelos cidadãos.

Esta iniciativa constitui um alicerce importante na construção de um Portugal mais moderno e digital, impulsionado pela computação em nuvem. A administração pública portuguesa irá alavancar os serviços de infraestrutura e suporte técnico AWS na modernização da sua própria infraestrutura de TI para reduzir custos, aumentar a inovação e gerar maior eficiência no atendimento aos cidadãos com projetos relacionados com smart cities e administração digital.

Pedro Siza Vieira, Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, afirmou: “Promover a digitalização de Portugal através de soluções cloud é um importante objetivo de  desenvolvimento económico para o nosso país. Este compromisso com a AWS vai contribuir para desenvolver gerações futuras com as competências técnicas necessárias para apoiar o papel de Portugal numa economia global competitiva e para incubar o desenvolvimento de novas startups, permitindo, ao mesmo tempo, a modernização dos serviços aos cidadãos e do país num mundo conectado. Portugal está empenhado na transformação digital e em tornar-se um centro internacional de inovação na Europa”.

“A AWS tem uma comunidade crescente de parceiros e clientes em Portugal, incluindo grandes empresas, organizações do sector público, startups, ONGs e instituições de ensino que utilizam tecnologias da AWS”, disse Cameron Brooks, Diretor do Sector Público Europeu da Amazon Web Services. “Estamos entusiasmados por anunciar esta colaboração com o Governo de Portugal e esperamos continuar o nosso trabalho conjunto para acelerar o desenvolvimento digital do país e inovar em nome das empresas e cidadãos portugueses”, indicou.

A iniciativa Mais Digital powered by AWS inclui programas como:

  • AWS CloudStart para ajudar, através de Organizações de Desenvolvimento Económico, pequenos negócios a tirar partido da tecnologia da nuvem AWS para acelerar o crescimento e estimular a economia da sua comunidade. O programa oferece formação, aconselhamento técnico e créditos promocionais para apoiar as suas jornadas de transformação digital.
  • AWS Educate e a AWS Academy para apoiar o desenvolvimento da próxima geração de construtores de nuvens e desenvolver uma força de trabalho futura pronta para a cloud em Portugal. O AWS Educate, um programa destinado a instituições de ensino, educadores e estudantes, fornece um conjunto robusto de ferramentas complementares, recursos e AWS Promotional Credits para adquirir competências na nuvem e preparar os licenciados para carreiras futuras. A AWS Academy habilita as instituições de ensino superior a preparar os estudantes para as certificações AWS e carreiras em nuvem reconhecidas pela indústria, fornecendo aos licenciados um currículo de computação em cloud computing que os prepara para o mercado de trabalho numa das indústrias de mais rápido crescimento.
  • O AWS Activate para apoiar a comunidade startup portuguesa. O programa proporciona às empresas startup uma série de benefícios, incluindo créditos, apoio técnico e formação AWS, para ajudar a fazer crescer os negócios. As vantagens do AWS Activate foram concebidas para dar às empresas startup a combinação certa de ferramentas e apoio especializado para que possam ter sucesso com a AWS, otimizando o desempenho, gerindo o risco e mantendo os custos sob controlo. Ao abrigo deste programa, a AWS planeia ajudar mil startups portuguesas durante os próximos dois anos.

A iniciativa Mais Digital powered by AWS é o mais recente de um conjunto de investimentos da AWS em Portugal. Em 2018, a AWS abriu o seu primeiro escritório em Lisboa e tem equipas em crescimento de gestores de contas, arquitetos de soluções, gestores de parceiros, consultores de serviços profissionais, equipas de suporte e várias outras funções que ajudam as organizações a acelerar as suas iniciativas de transformação digital e a inovar mais rapidamente para os cidadãos de Portugal.

Em 2019, a AWS lançou um ponto de presença em Lisboa, trazendo tecnologias avançadas para o país.  Estas incluíam Amazon CloudFront (um serviço de rede de entrega rápida de conteúdos que entrega dados, vídeos, aplicações e APIs de forma segura a clientes a nível mundial com baixa latência e alta velocidade de transferência); Lambda@Edge (que permite aos clientes executar código mais próximo dos utilizadores de aplicações, o que melhora o desempenho e reduz a latência); AWS Shield (um serviço de proteção DDoS – Distributed Denial of Service que salvaguarda aplicações em execução na AWS); Amazon S3 Transfer Acceleration (permitindo transferências rápidas, fáceis e seguras de ficheiros a longas distâncias entre clientes e um bucket do S3); Amazon Route53 (um serviço web DNIS altamente disponível e escalável concebido para dar aos clientes uma forma de encaminhar os utilizadores finais para aplicações Internet); e o AWS WAF (um firewall de aplicação web para ajudar a proteger aplicações web ou APIs).  Estes investimentos em infraestruturas ligam Portugal à rede global de infraestruturas AWS e permitem aos clientes de todo o país beneficiar de uma redução até 60% na latência para a entrega do seu conteúdo.

Partilhe este artigo:
Share on Facebook
Facebook
0Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *