II Conferência Falando TI dá voz às empresas de Tecnologias

Publicado a: 11 Dezembro, 2019

Categoria: Notícias

Visualizações: 70

Altos quadros de algumas das mais inovadoras start-ups e empresas de Tecnologias de Informação (TI) do mercado nacional e internacional juntaram-se em Lisboa para partilhar experiências e know-how na II Conferência Falando TI.

II Conferência Falando TI, evento dedicado a um setor com poucas oportunidades de partilhar informação concluiu que marketing e vendas estão cada vez mais juntos na prossecução de objetivos de negócio.

Partilhar informação para alavancar negócios em Portugal e além-fronteiras foi o mote da II Conferência Falando TI, uma iniciativa da OUTMarketing, que decorreu no passado dia 5 de dezembro, no Oceanário de Lisboa e juntou altos quadros de algumas das empresas de TI mais inovadoras a atuar no mercado.

Estruturado em 3 painéis – Estratégia Empresarial, Marketing e Vendas e Recursos Humanos – o evento contou com a experiência e irreverência de Mariana Jordão, diretora de operações da Feedzai, que enfatizou a “importância de procurar a oportunidade certa para encontrar o mercado mais adequado” a cada empresa e negócio.

Defendendo que “a Inteligência Artificial é fundamental no novo mundo digital”, Mariana Jordão sublinhou que “a capacidade de inovação é fundamental para ter sucesso na área tecnológica”. A aposta em equipas de marketing muito especializadas foi um dos segredos da Feedzai para criar marca, em simultâneo com a aposta forte na formação e profissionalização das equipas de vendas.

O segundo painel do dia juntou Michel Ozzello, Web, Brand & Creative Services Senior Director da OutSystems, Vanda Jesus, Diretora de Marketing e Comunicação da Microsoft, Carla Barros da Fonseca, Diretora de Marketing da BI4ALL, Nuno Santos, CEO da GFI Portugal, Joana Peixoto, Diretora Comercial e de Marketing da Opensoft e Bernardo Mota, COO da Olisipo.

Num painel moderado por Gabriel Coimbra, Group Vice President and Country Manager da IDC, que revelou, a abrir a sessão, que “as empresas de TI vão crescer 6% a nível global e 8% ao nível do marketing”, o debate foi elucidativo.

“O marketing ganhou força na vida social e há que ter a consciência de que a venda tem de ser coletiva e ir da rececionista ao CEO”, defendeu Nuno Santos. Bernardo Mota, por seu turno, sublinhou que “o marketing revela valor que as empresas aportam e isso é um enorme desafio numa empresa de serviços”.

Já Vanda Jesus sustentou que “cerca de 70% do processo de compra começa ainda antes da relação com as vendas”.

Realçando o conceito de customer experience, Carla Fonseca referiu que “há uma grande vantagem em ter uma estratégia integrada e sustentada entre o marketing e as vendas”. Por sua vez, Michel Ozzello destacou a importância do marketing digital para alavancar as empresas, “a única ferramenta que permite escalar”, afirmando que “as maturidades do mercado são totalmente diferentes de país para país e isso tem impacto no mix de marketing e vendas”.

A fechar o debate, Joana Peixoto aludiu ao facto de que, atualmente, “no marketing, o KPI mais importante são as leads”.

No painel de recursos humanos, o último da sessão, Anabela Chastre, Leadership Coach, foi chamada a moderar o debate entre Francisca Matos, Talent Director da Talkdesk, Liliana Silva, Diretora de Recursos Humanos da Milestone, Renato Bolzan, CEO da Invillia e Ricardo Parreira, CEO da PHC Software.

Para Renato Bolzan, “ouvir muito as pessoas e os seus anseios como profissionais é o caminho para conseguir reter talento”. Já Ricardo Parreira revelou que a PHC está “muito centrada no best experience at work e isso está relacionado com a felicidade na empresa, essencial para contratar e reter os melhores talentos”.

Importa “dar atenção à individualidade de cada um e conhecer cada colaborador muito bem para fazer com que se sinta protegido”, defendeu, por sua vez, Liliana Silva.

Francisca Matos revelou que a flexibilidade, a possibilidade de resolver problemas complexos, de poder escolher as tecnologias com que se trabalha e de interagir com colegas mais velhos e experientes são fatores de motivação para os novos colaboradores.

Como fator de motivação, a Talkdesk juntou aos métodos tradicionais um reforço das parcerias com universidades, um prémio de inovação e um programa para trazer de volta ao país portugueses especializados em TI que tenham ido para o estrangeiro.  

A concluir o evento, a certeza deixada pela host Ana Barros, sócia fundadora da OUTMarketing Portugal e Brasil, de que a II Conferência Falando TI voltará em 2020 com um programa tão ou mais ambicioso. A data já está marcada: 3 de dezembro de 2020!

Veja aqui mais notícias do Falando TI.

Partilhe este artigo:
Share on Facebook
Facebook
0Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *