Indra compra a SIA e cria líder de serviços de cibersegurança em Portugal e Espanha

Publicado a: 9 Janeiro, 2020

Categoria: Notícias

Visualizações: 141

Tags: , , , ,

  • A compra da SIA por parte da Indra apresenta uma oferta de valor acrescentado diferenciadora, completa e integrada, com presença global
  • A oferta conjunta inclui serviços e produtos como gestão de acessos e identidade, assinaturas eletrónicas, gestão integrada de riscos, infraestrutura de segurança, gestão de ameaças e vulnerabilidades, e proteção de dados
  • A entidade conjunta vai ter uma equipa com mais de mil especialistas, uma base de clientes e negócios altamente complementar e importantes sinergias de receitas, graças à alavancagem das redes comerciais e ao posicionamento internacional da oferta da SIA através da Indra

A Indra, uma das principais empresas de tecnologia e consultoria, adquiriu a SIA, uma empresa especializada em serviços de cibersegurança, consolidando a sua posição como líder no mercado de segurança da informação em Portugal e Espanha por volume de negócio em serviços de valor acrescentado.

A SIA é uma empresa com produto próprio e recursos escaláveis para a prestação de serviços e desenvolvimento de soluções avançadas de cibersegurança na Europa e no resto do mundo. Possui uma base de clientes diversificada e estável, com mais de 10.000 projetos de segurança, e é líder a nível doméstico em soluções de identidade e assinatura eletrónica.

A empresa espera em 2019 uma margem de EBIT de 9%, com receitas estimadas superiores a 60 milhões de euros e um crescimento acumulado anual das vendas superior a 15% nos últimos dois exercícios. O múltiplo EV/EBIT 2019 (estimado) da aquisição, incluindo sinergias, é de cerca de sete vezes.

A disrupção digital está a operar uma verdadeira revolução nos diferentes setores da atividade económica e na sociedade em geral, o que traz grandes benefícios e um progresso sem precedentes, embora comporte também riscos em matéria de privacidade e segurança que devem ser geridos adequadamente.

A combinação dos negócios de cibersegurança da Indra e da SIA vai permitir capitalizar as boas perspetivas do mercado, que é um setor em transformação, com um elevado nível de procura e em constante crescimento (estima-se que o mercado anual português cresça 6.71% até 2022) e que, além disso, se encontra muito fragmentado na Europa e América Latina.

A Indra, reforçada com a incorporação da SIA, pretende converter-se no sócio de confiança – com um alto grau de especialização e autonomia – de empresas e instituições na proteção das infraestruturas críticas do país, públicas e privadas, incluindo a área da ciberdefesa.

“A integração da SIA e do negócio de cibersegurança da Indra cria um líder especializado neste mercado, com uma oferta abrangente, integrada e com uma presença global que permite dar resposta a ameaças globais. A nova entidade estará suportada por uma equipa de mais de mil profissionais altamente qualificados e especialistas em cibersegurança, organizados em equipas especializadas de consultoria em diferentes áreas, mas também altamente complementares. A liderança e a sua ambição de crescimento também dão à entidade combinada uma grande capacidade de captação de talentos”, afirma Cristina Ruiz, Administradora Executiva e Diretora Geral da área de Tecnologias de Informação da Indra.

“É uma satisfação pessoal e profissional ter desenvolvido com a nossa equipa, durante 30 anos, uma empresa com a reputação da SIA. Estou muito agradecido aos nossos clientes e profissionais. A SIA e a Indra partilham a mesma visão do mercado de cibersegurança e temos a vontade e o talento para criar um líder global. A combinação das duas organizações coloca-nos numa posição única no mercado para responder às necessidades dos nossos clientes e profissionais”, explicou Enrique Palomares, fundador da SIA.

A oferta conjunta da SIA e da Indra oferece um importante benefício para os seus atuais e potenciais clientes, como resultado da abrangência e liderança no mercado. Desta forma, geram-se importantes sinergias de receitas, baseadas na alavancagem das redes comerciais, capitalizando o enfoque vertical da Indra, a abordagem especializada da SIA em Portugal e Espanha, e a capacidade da rede comercial da Indra para posicionar os produtos da SIA a nível internacional.

Essa oferta vai ser reforçada pela natureza altamente complementar da base de clientes e de negócios, com importantes áreas de especialização, tais como:

  • Soluções de gestão de acessos e identidade. Estão relacionadas com a gestão do ciclo de vida de identidades corporativas (clientes, funcionários, dispositivos etc.) e possuem um grau significativo de complementaridade no utilizador alvo, já que a Indra se dirige ao consumidor final e a SIA ao utilizador empresarial ou funcionário da empresa.
  • Assinaturas eletrónicas (eSign). Soluções e serviços em cloud para assinaturas eletrónicas e certificação legal de documentos assinados. A entidade conjunta tem a oportunidade de comercializar os produtos da SIA em novas regiões (México, Colômbia e Itália, entre outras) usando a plataforma e a experiência da Indra. Da mesma forma, a complementaridade dos recursos da Indra com a tecnologia proprietária da SIA de soluções de assinatura e identidade elimina a necessidade de recorrer a produtos de terceiros.
  • Gestão Integrada de riscos. Nesta área da proposta, as abordagens conjuntas e o trabalho da consultoria de negócios da Indra e a gestão de riscos da SIA vão criar uma proposta de valor diferenciadora, capaz de competir com ofertas de líderes mundiais em consultoria de riscos tecnológicos.
  • Segurança da infraestrutura. Proteção de infraestruturas críticas (redes, bases de dados e dispositivos de tecnologia da informação das empresas).
  • Gestão de ameaças e vulnerabilidades. Soluções e serviços para identificar, avaliar e mitigar debilidades de segurança e respostas a incidentes. Neste segmento, os serviços de gestão de tecnologia proprietária da Indra permitem acelerar os planos de expansão internacional da SIA.
  • A combinação da plataforma de identificação de anomalias da Indra e o serviço de operação de fraude da SIA (aplicada, por exemplo, ao PSD2, o regulamento europeu sobre serviços de pagamento eletrónico).

A nova entidade integra Luis Álvarez como diretor para liderar a integração e o plano de crescimento nacional e internacional nos próximos anos. Álvarez possui uma ampla experiência no setor, tendo liderado empresas tecnológicas de serviço a grandes clientes com uma forte presença internacional.

Veja aqui mais notícias do Falando TI.

Partilhe este artigo:
Share on Facebook
Facebook
0Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *