Inteligência Artificial ao serviço da Administração Pública

Publicado a: 4 Abril, 2022

Categoria: Tecnologia

Visualizações: 267

Tags: , , ,

O Instituto Nacional de Administração, I.P., e a Microsoft Portugal anunciam uma parceria para a realização de formação na área da Inteligência Artificial, que visa qualificar 1.000 técnicos superiores e dirigentes da Administração Pública até 2026. O protocolo foi assinado ontem, 23 de março, pela Presidente do Instituto Nacional de Administração, I.P., Luísa Neto e pelo Diretor-Geral da Microsoft Portugal, Andres Ortolá, num evento que contou com a presença do Presidente da Microsoft para a região Europa, Médio Oriente e África (EMEA), Ralph Haupter.

O programa de formação da AI Business School INA destina-se a líderes e a gestores da Administração Pública, orientando-os para o desenvolvimento de estratégias de valorização do potencial da Inteligência Artificial nas suas organizações, equipas e projetos, nos diferentes setores do serviço ao cidadão.

“Num mundo em mudança como o nosso, nem a Administração é a mesma, nem os cidadãos lhe exigem o mesmo. Importa por isso capacitar a Administração Pública para os desafios da sociedade digital, garantindo que todos os trabalhadores e dirigentes tenham as competências adequadas, através de dinâmicas de trabalho inclusivas que estimulem a inovação, a produtividade e a colaboração. Este Protocolo que o INA acaba de assinar com a Microsoft Portugal serve esse propósito”, conclui a Presidente do Conselho Diretivo do INA, I.P., Luísa Neto.

“A Microsoft tem vindo a contribuir continuamente para a aceleração da transformação digital em Portugal e para o crescimento das Empresas, instituições públicas e da Sociedade em geral. A parceria com o Instituto Nacional de Administração permitirá dar continuidade à aposta no aumento da literacia digital no país, nomeadamente no reforço de competências dos trabalhadores e dirigentes da Administração Pública”, refere Andrés Ortolá, Diretor-Geral da Microsoft Portugal.

Este programa executivo está orientado para preparar o serviço público para um mundo cada vez mais digital, exigente e tecnológico e inclui nove áreas: Realidade Aumentada, Acessibilidade, Cloud Computing, Analytics, Programação, Produtividade, Segurança, Web Development e Blockchain. Estão previstas quatro edições por ano, com 50 formandos cada, num total de 1.000 técnicos superiores e dirigentes em cinco anos.

A iniciativa surge no âmbito do Memorando de Entendimento estabelecido entre a Microsoft e o Governo Português, em novembro de 2020, e da iniciativa global “AI Business School” da Microsoft com o INSEAD (The Business School for the World).

Conheça todas as notícias do Falando TI

Partilhe este artigo:
Share on Facebook
Facebook
0Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.