Minsait e Iberdrola unem forças para aumentar flexibilidade do sistema eléctrico e eficiência da rede

Publicado a: 5 Novembro, 2020

Categoria: Notícias

Visualizações: 51

Tags: , ,

Minsait e Iberdrola estão a trabalhar no desenvolvimento de soluções de gestão de recursos energéticos distribuídos (DER – Distributed Energy Resources) que, mantendo a segurança do fornecimento de eletricidade, reduzem os custos e facilitam a integração de mais capacidade de energia renovável.

A Minsait, uma empresa da Indra, tornou-se parceira tecnológica da Iberdrola para o desenvolvimento de soluções que facilitem a gestão flexível de recursos energéticos distribuídos (DER – Distributed Energy Resources), a fim de promover uma utilização mais eficiente da rede de distribuição e melhorar a sustentabilidade económica e ambiental do sistema elétrico.

A iniciativa faz parte da CoordiNet, um projeto europeu de inovação em que participam 23 parceiros de sete países diferentes, e visa demonstrar como os operadores da rede de transportes (ORT) e as empresas de distribuição (ORDs) podem agir de forma coordenada para comprar e ativar serviços de rede, promover a cooperação entre todos os intervenientes e remover barreiras à participação ativa dos clientes no mercado da eletricidade.

A Minsait contribuirá com a Onesait Utilities Prosumers, a sua plataforma para a gestão inteligente dos DER, como base tecnológica para os projetos piloto que a Iberdrola vai lançar em Espanha, o que totaliza cerca de 850 Mw de potência flexível, a maior parte dos quais procedentes de geração distribuída a partir de fontes renováveis (parques eólicos e mini-hídricas).

A solução Minsait permite a gestão ativa da procura, coordenando a flexibilidade entre os pontos de consumo e de geração, e facilitando a criação de padrões de modificação de carga seletivos através da utilização de algoritmos inteligentes quando um operador de rede de um distribuidor antecipa restrições a algum elemento.

Entre outros benefícios, contribui para melhorar a estabilidade do sistema elétrico, confiando em soluções alternativas inovadoras quando estas são menos dispendiosas que as tradicionais (geração com centrais ineficientes ou investimentos para aumentar a capacidade da rede de distribuição). Favorece também a integração das energias renováveis, a redução das emissões e a diminuição dos preços da energia.

Gestão mais sustentável e ágil da flexibilidade

Segundo o relatório “Flexibility Solutions for High-Renewable Energy Systems” (Acciona e BNEF, 2019), um cenário de “baixa flexibilidade” implica um sistema com cerca de 11% de emissões, tornando a Onesait Utilities Prosumers uma solução chave para transformar a flexibilidade técnica em flexibilidade operacional e contribuir para melhorar a sustentabilidade ambiental.

A solução Minsait facilita a gestão completa dos processos de flexibilidade, desde o registo dos fornecedores e das suas DER e o registo das necessidades dos distribuidores, até à gestão das medidas de pré-faturação dos serviços previstos para a modificação da carga.

Ou seja, a solução agiliza a coordenação entre o operador de rede do distribuidor (que antecipa a necessidade definindo o intervalo e a quantidade de potência que considera modificar); o operador de flexibilidade do distribuidor (que ativa a operação para responder à necessidade registada) e o operador de mercado de flexibilidade (que recebe a pré-seleção dos DSE ligados ao elemento de rede em questão).

O processo termina com a correspondência das ofertas dos agregadores de procura e gestores dos DER pré-selecionados, segundo critérios económicos. Também facilita o registo das curvas de carga que cada um deles deve cumprir durante a duração do evento de flexibilidade, bem como a sua monitorização, a fim de definir os processos de faturação.

Soluções para a transição energética

A Minsait é reconhecida por analistas e empresas de energia em diversas geografias pela sua oferta tecnológica para enfrentar o desafio da transição energética, desenvolvendo soluções que permitem uma maior penetração das fontes renováveis, um funcionamento mais flexível e eficiente das redes elétricas e a integração do prosumidor como ator central do novo modelo energético.

Entre as suas últimas referências, destaca-se a construção e operação de uma micro rede elétrica na Universidade de Monash, a maior da Austrália, uma peça fundamental do programa “Net Zero Initiative”, que foi premiado pelo Secretariado das Nações Unidas para as Alterações Climáticas (UNFCCC) e a 2ª edição dos Prémios go!ODS, promovidos pela Red Española del Pacto Mundial.

A empresa também lidera o desenvolvimento ou integração de tecnologias analíticas avançadas no PLATOON, o maior projeto europeu de inovação para acelerar a transição para uma economia descarbonizada, e está a trabalhar em vários projetos de implementação de sistemas avançados de gestão de redes de distribuição em diversos países, sendo um dos líderes de mercado no desenvolvimento de soluções de apoio a redes inteligentes (Smart Grids).

Outras iniciativas relevantes no campo da Geração Renovável é a sua participação no ROMEO, um projeto europeu liderado pela Iberdrola que visa reduzir os custos de operação e manutenção em parques eólicos marítimos, para além do desenvolvimento de uma ferramenta de monitorização inovadora para melhorar o desempenho de mais de 130 parques eólicos AXPO, localizados em 9 países europeus.

A empresa está considerada pela Gartner e pela IDC como um parceiro tecnológico líder que pode ajudar as empresas a enfrentar os desafios da transição energética global.

Veja aqui mais notícias do Falando TI.

Partilhe este artigo:
Share on Facebook
Facebook
0Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *