Opensoft regressa às universidades para recrutar 20 engenheiros de software

Publicado a: 20 Abril, 2022

Categoria: Notícias

Visualizações: 227

Tags: , , ,

As faculdades com cursos de engenharia informática do país têm sido o local privilegiado de contratação de novos colaboradores da tecnológica nacional. Muitos dos quadros atuais iniciaram o seu percurso na empresa com estágios de licenciatura e teses de mestrado. Já está confirmada presença em várias feiras de emprego, agora que voltaram ao formato presencial.

A Opensoft, empresa portuguesa especializada no desenvolvimento de soluções tecnológicas, está a fazer uma ronda pelas universidades do país para recrutar 20 novos colaboradores, sobretudo engenheiros de software. Para tal, já tem confirmada participação em diversas feiras de emprego onde vai apresentar as oportunidades de emprego e de estágios. A próxima é a Jobshop Ciências, organizada pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

“É com muita satisfação que a Opensoft tem sido reconhecida no meio académico como uma escola prática de excelência para quem quer desenvolver carreira na área da engenharia de software. Este ano podemos finalmente voltar a ter um contacto direto e presencial com o talento das faculdades e também apresentar alguns projetos da Opensoft e orientar workshops”, revela José Vilarinho, CEO da Opensoft.

As vagas de emprego podem ser consultadas em www.opensoft.pt/carreiras/oportunidades.

“Gostamos que os colaboradores cresçam profissionalmente connosco e por isso apostamos na sua formação desde o primeiro dia que entram na empresa, quer em termos técnicos, quer em soft skills. Mais recentemente, apostamos também na qualificação via online, tendo em conta o atual regime de trabalho híbrido na Opensoft”, avança.

A nível técnico, a Opensoft aposta em áreas de formação em tecnologias como Spring ou Angular e também em metodologias ágeis como o SCRUM. Em relação às soft skills, a empresa investe em dotar os colaboradores de ferramentas que lhes permitam desenvolver as suas capacidades de comunicação, gestão de tarefas e trabalho em equipa. Ainda assim, cada colaborador é livre de propor qualquer tipo de formação, de acordo com as suas preferências de carreira.

“Acreditamos que a capacitação contínua é o fator chave no sucesso da nossa empresa. Numa área em constante mudança e com projectos exigentes focados na transformação digital é crucial ter profissionais altamente qualificados e métodos de trabalho adequados para fazer a diferença. Empenhamo-nos diariamente para que o nosso trabalho tenha um impacto positivo na sociedade e isso só é possível com o esforço, motivação e dedicação de cada colaborador. Eles são a base do nosso sucesso”, destaca José Vilarinho.

Na Opensoft, foi recentemente feita uma revisão de todas as funções do plano de carreiras da empresa, com a adição de novos perfis e a reformulação das competências de cada um, com o objetivo de clarificar e permitir uma evolução mais ágil de cada colaborador. 

O modelo de trabalho atualmente em vigor é o híbrido. As diferentes equipas da Opensoft estão 4 dias por semana em teletrabalho e um dia no escritório. Ainda assim, a ida ao escritório é facultativa para que os colaboradores tenham a máxima flexibilidade para gerir as suas tarefas profissionais e pessoais. Este dia no escritório é aproveitado para realizar atividades que beneficiem da presença física, como a resolução de problemas complexos, sessões de brainstorming ou reuniões mais longas.

Ao longo de 2022, a Opensoft também vai regressar em força aos eventos internos presenciais, como o evento de verão, aniversário e jantares comemorativos.

Conheça todas as notícias do Falando TI

Partilhe este artigo:
Share on Facebook
Facebook
0Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.